Busca:

Etiqueta Arquivos: penhor

CAIXA – Penhor



O Penhor da CAIXA é uma solução de crédito para quem possui uma jóia, metal nobre, diamantes lapidados, pérolas, relógios, canetas e pratarias e precisa de dinheiro rápido e sem burocracia. O cliente oferece um bem como garantia e o empréstimo é liberado.

Micropenhor CAIXA: é uma linha de crédito fácil e rápida, com taxas de juros diferenciadas, sem necessidade de avalista. O empréstimo é limitado a R$ 1.000,00 e é destinado exclusivamente a clientes que não possuam saldo médio em conta corrente ou aplicação financeira acima de R$ 3.000,00 na CAIXA ou em outros bancos. Amortização única, mediante a quitação do saldo devedor e resgate do objeto penhorado. A liquidação poderá ser antecipada, com direito a desconto dos juros contratados, proporcionais ao prazo remanescente.

  • Encargos: Juros prefixados, cobrados sobre o valor do empréstimo no ato da contratação e calculados com base na taxa em vigor; 
  • Prêmio de seguro, com o objetivo de ressarcir o cliente de eventual sinistro (roubo, furto, extravio) e quitação do saldo devedor, no caso de falecimento do mutuário;
  • Tarifa de Avaliação ou de Renovação (TAR), cobrada no ato da concessão, conforme tabela de tarifas vigente na data da formalização.
  • 

Penhor CAIXA: é uma linha de crédito ágil, sem burocracia e sem necessidade de avalista, com taxas de juros diferenciadas. A concessão é feita mediante a garantia de jóias, metais nobres, utensílios e objetos não-perecíveis de valor. O limite máximo é de até 85% do valor da avaliação do bem oferecido como garantia. Os prazos disponíveis para quitação do empréstimo são de 30, 60, 90 e 180 dias, renováveis desde que sejam pagos os devidos encargos. A amortização é única, com o resgate do objeto penhorado. Este resgate pode ser antecipado, com direito a desconto proporcional nos juros.

  • Na contratação e na renovação, são exigidos os seguintes encargos: Juros pré-fixados, cobrados sobre o valor do empréstimo no ato da contratação, calculados com base na taxa em vigor; Tarifa de risco, cobrada do cliente na concessão do empréstimo ou na renovação; Tarifa de Abertura e Renovação de Crédito – TARC, cobrada no ato da concessão, conforme Tabela de Tarifas afixada nas agências e disponível neste portal.
  • Seguro em caso de eventual roubo, furto ou extravio.

Micro Penhor da Caixa


O Micropenhor CAIXA é a linha de crédito mais rápida do mercado, sem burocracia e com uma das menores taxas de juros. O empréstimo é limitado a R$ 1.000,00 e é destinado exclusivamente a clientes que não possuam saldo médio em Conta corrente ou aplicação financeira acima de R$ 3.000,00 na CAIXA ou em outros bancos

emprestimo9

Limite

O empréstimo está limitado a R$ 1.000,00 e é destinado exclusivamente para quem não possua saldo médio em conta corrente ou aplicação financeira acima de R$ 3.000,00 na CAIXA ou em outros bancos.

O Micropenhor CAIXA oferece crédito fácil para quem dispõe de jóias e metais nobres e precisa de dinheiro rápido e sem burocracia. Não há a necessidade de avalista e não há impedimento para quem tem restrições cadastrais.

Forma de pagamento

Amortização única, mediante a quitação do saldo devedor e resgate do objeto penhorado. A liquidação poderá ser antecipada, com direito a desconto dos juros contratados, proporcionais ao prazo remanescente.

Encargos

Na contratação e na renovação, são exigidos os seguintes encargos:

· Juros prefixados, cobrados sobre o valor do empréstimo no ato da contratação e calculados com base na taxa em vigor;

· Prêmio de seguro, com o objetivo de ressarcir o cliente de eventual sinistro (roubo, furto, extravio) e quitação do saldo devedor, no caso de falecimento do mutuário;

· Tarifa de Avaliação ou de Renovação (TAR), cobrada no ato da concessão, conforme tabela de tarifas vigente na data da formalização.

Restrições

Não são aceitas como garantia de empréstimo:

· Peças confeccionadas em ouro com teor inferior a 12 quilates, exceto quando contiverem adorno de valor significativo ou apresentarem valor histórico ou artístico;

· Jóias que contenham enchimento de metal não nobre, em percentual superior a 50%;

· Peças confeccionadas em prata-paládio, exceto quando individualmente alcançarem o valor mínimo de concessão ou contiverem adorno de valor significativo.

Liquidação

A liquidação é efetuada por amortização única, mediante a quitação do saldo devedor. Ela poderá ser antecipada, com direito a desconto dos juros contratados, proporcionais ao prazo remanescente.

Por motivo de segurança, a devolução do bem dado em garantia do empréstimo será sempre programada para o dia posterior à quitação do empréstimo.

Garantia

A garantia será o objeto empenhado. Por motivo de segurança, a devolução deste será sempre programada para o dia posterior à liquidação do empréstimo.

Como adquirir

1. Procure uma agência de penhor da CAIXA; Procure uma agência da CAIXA que realize a penhora de bens. Nela, você poderá tirar eventuais dúvidas sobre a operação, antes de efetivá-la.

2. Entregue a documentação solicitada e o bem; Apresente a documentação necessária, ou seja, documento de identidade, CPF em situação regular ante a Receita Federal e comprovante de residência, assim como o bem a empenhar.

3. Utilize o crédito; O empréstimo, limitado a R$ 1.000,00, é liberado imediatamente após a formalização da operação de penhora e do pagamento das taxas previstas.

4. Importante; Não é permitida a concessão de empréstimo por procuração, salvo aos analfabetos. É permitida a concessão de crédito a analfabeto ou portador de deficiência que o impeça de ler ou escrever, desde que haja instrumento público de mandato, com poderes específicos para tomar empréstimo, firmar compromisso em título de crédito e constituir garantia.

Requisitos

Possuir bens, como jóias, metal nobre, diamantes lapidados, pérolas, relógios, canetas e pratarias (estes três últimos originais e de valor significativo), passíveis de serem penhorados.

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil